Decidir viajar para o exterior não é tão difícil assim, mas também não é tão simples como viajar dentro do seu país. Para evitar algumas dores de cabeça, é bom ter um planejamento antes, especialmente se a viagem for longa. Confira algumas dicas para te ajudar nesse processo.

1. Pontapé inicial
Antes de mais nada, o principal é decidir o destino, depois você pensa em outra coisas como meios de locomoção, gastos e economias, compra de passagens, roteiros, hospedagens etc… Apesar de serem coisas um tanto quanto trabalhosas, são super divertidas de se fazer!

2. Emitir ou conferir o passaporte
Se você não tem um passaporte e vai para o exterior (exceto países do Mercosul onde o documento não é obrigatório), um dos primeiros passos é dar entrar na emissão. Caso você já possua, confira a data de validade, pois alguns destinos exigem que o documento seja válido por até seis meses depois do dia da sua volta ao Brasil.

3. Permissão internacional pra dirigir
Apesar de algumas locadoras de carro não exigirem, isso não o torna um documento tão irrelevante assim. Por exemplo, se você tiver algum problema enquanto dirige, a CNH brasileira pode causar confusão, principalmente em países dom idiomas diferentes.

5. Check-up na saúde
Caso vá passar muito tempo fora ou tem alguma condição médica que necessite de acompanhamento, é sempre bom dar uma passada no médico para dar aquela controlada. Aproveite a visita e pergunte quais os remédios que você pode incluir na mala e peça todas as receitas (se houver necessidade). Além disso, verifique se sua carteirinha de vacinação está em dia!

6. Seguro viagem
Em alguns países, o seguro viagem é obrigatório. Se você for passar muito tempo fora, pode ser que precise ir ao médico. Para evitar custos maiores, previna-se!

7. Cartões
É comum entre os bancos bloquear cartões quando acontecem transações no exterior. Para que isso não aconteça, não esqueça de avisar ao seu gerente os países que vai viajar e o período.

8. Compra de moedas estrangeiras
Faça a conversão de moedas com antecedência! O ideal, é ir comprando aos poucos, para conseguir uma cotação final que seja a média das variações cambiais.

9. Língua local
Aprender o básico do idioma do país é imprescindível. Baixe aplicativos no celular, tablet e sempre que tiver dúvidas sobre alguma palavra, consulte. Vai facilitar bastante a comunicação com os nativos.

10. Malas e documentos
Para não ficar com aquela clássica pergunta “estou esquecendo alguma coisa?”, faça uma lista do que levar e comece a arrumar com dias de antecedência, assim, você pode ir lembrando aos poucos do que precisa de fato ou não.
Já os documentos, não esqueça de escanear todos que achar importante e salve no e-mail, celular, Google Drive ou qualquer outro lugar de fácil acesso em caso de emergência.

Seguindo essas dicas, temos certeza que sua viagem vai ser conforme planejado!