Se você tem aquela vontade de conhecer o principal ponto turístico do Peru, confira o resto dessa matéria! Hoje daremos várias dicas super importântes para você curtir ao máximo sua viagem na “cidade perdida dos Incas”.

Quando ir?
A melhor época para visitar é, sem dúvida, a que chove menos – que nesse caso é entre os meses de maio e setembro. Nos meses de junho e julho, a probalidade de chuva é menor, sendo ótimo para fazer trilhas, porém, é um dos meses mais cheios de visitantes.
Se tratando de horário, é quase unanimidade entre os visitantes, chegar cedo em Machu PIcchu para ver o sol nascendo e cobrindo as montanhas da cidade de dourado. Sem contar que as paisagens estarão com menos pessoas permitindo fotos incríveis.

Onde ficar?
Geralmente, quem viaja para o Peru, a inteção mesmo é conhecer Machu Picchu mas acabam ficando em Cusco para base. Que convenhamos, é a escolha mais sensata. A cidade tem hotéis e pousadas muito bons, excelente gastronomia, comércio bastante variado e agitação noturna de bares e baladas para deixar sua viagem ainda mais divertida.
Outra opção para ficar é Águas Calientes, um vilarejo mais calmo que costuma ser opção para viajantes mais zen e que vão subir o para Machu Picchu bem cedo, pois não tem muitas atrações, é bom para dormir, sem gastar um dia inteiro por lá.

Como chegar?
Tudo vai depender de onde será seu voo de origem. Da capital Lima a Cusco, por exemplo, leva 1 hora de voo. De carro, são mais de mil quilômetros (aprox 14 horas de carro) e de ônibus leva-se em torno de 22 horas de viagem. Chegando em Cusco, há duas opções para subir Machu Picchu: a pé ou de trem. O trem sai de Poroy ou de Ollantaytambo com destino a Águas Calientes. De Poroy, são meia hora de distância, mas com poucos horários de trem no dia, enquanto Ollantaytambo fica cerca de 1,5 hora de carro.

Dicas incríveis para curtir bem o passeio
A milhares metros de altura, você irá sentir um mal estar comum entre os visitantes, como tontura, enjoo e dor de barriga. Para amenizar ou até mesmo impedir esses desconfortos, o melhor hábito será tomar muito chá de coca e mastigar folhas de coca logo que chegar a Cusco. Uma dica importante é tomar cuidado com as bebidas alcoólicas, pois o efeito é bem mais rápido lá em cima.
Saiba que você vai caminhar bastante por lá, portanto, use roupas e tênis confortável e inclua na mochila água, protetor solar, repelente, chapéu e claro, um lanchinho leve.

Gostou das dicas? Então prepara-se para curtir essa viagem incrível e mágica!